Quais as maiores conexões entre o estudo da mente humana e a gestão de pessoas?

A Psicologia, como ciência de estudo e transformação, vem se estruturando desde o começo do século XX. Seu trabalho, durante todo esse tempo, tem sido desvendar os enigmas que rodeiam a mente e o comportamento humano, responder perguntas que encontrem o como e o porquê da “psiquê” humana.

Muito do que se desenvolveu e do que está sendo desenvolvido nos ajuda diariamente a nos tornarmos pessoas mais conscientes de si e do mundo ao redor, e não há outra área dentro do mundo dos negócios que precise saber mais sobre isso do que os Recursos Humanos, também mais recentemente reconhecido como a Gestão de Pessoas. Mas onde, exatamente, essa ciência pode ajudar?

O que faz os Recursos Humanos?

Dentro de uma empresa, um dos muitos fatores de sucesso é a contribuição e bom gerenciamento de seus colaboradores, e a área responsável pela seleção, treinamento, integração e regulamentação destas pessoas é o RH, ou Gestão de Pessoas. Toda relação estabelecida entre as equipes de colaboradores, contanto questões ou problemas a serem resolvidos, contato com a gestão, e até programas ou seminários de treinamento, tudo isso eventualmente passa pelo RH.

Muito além do que se espera normalmente, ou do que é visto como estereótipo do RH (lidando com o colaborador apenas durante a contratação ou demissão), a área de recursos humanos e seus gestores possuem uma função muito complexa e integral para o bom funcionamento de um negócio, seja qual for. Uma equipe bem integrada e produtiva requer uma constante especialização e cuidado, que tenha em mente as necessidades dos colaboradores e as metas e expectativas estratégicas da gestão, sempre ao mesmo tempo.

Sendo o ser humano um animal muito complexo, é difícil conciliar diversos objetivos e manter valiosa a produção e proposta de futuro em uma organização, porém é este trabalho organizacional que consegue casar a força de vontade e transformação das pessoas com a ideia de negócio que fazem as ideias terem sucesso. Sem dúvida, um papel não substitui o outro, mas podemos tentar reconhecer como a Psicologia pode ajudar a área de RH a cumprir sua função.

Como a Psicologia ajuda os Recursos Humanos?

Já definimos como o trabalho de RH é indispensável para um bom e integrado gerenciamento das equipes, contando as necessidades e expectativas dos colaboradores. Mas então, como a Psicologia, que geralmente ligamos a doenças de saúde mental e clínica, pode ajudar neste contexto?

Na verdade, há diversas ferramentas de estudo e ação que se aprende em um curso de Psicologia e que pode ser usado dentro de estratégias e mecanismos de organização de colaboradores. Listamos aqui algumas delas que podem ser exercidas por um psicólogo de formação:

  • Aplicação de testes psicológicos: os métodos de aplicação, estudo e seleção de testes psicológicos requer um treinamento especializado que todo formado em Psicologia passa. Além de compreender níveis de comportamento e cultura mais profundos do que em uma entrevista normal, um teste psicológico também pode revelar habilidades e competências desconhecidas em qualquer colaborador, e encontrar melhores maneiras de executar suas funções para que traga uma produtividade ainda maior.
  • Métodos de organização do trabalho: existem áreas inteiras dentro do estudo e da formação em Psicologia que se empenham em entender o comportamento humano para melhor otimizá-lo para certos contextos. O ambiente de trabalho é certamente um deles, portanto psicólogos especializados em Psicologia Organizacional sem dúvida tem muito a contribuir com a área de RH.
  • Avaliações de Desempenho: inúmeras vantagens podem decorrer de um bom método de aplicar avaliações de desempenho às equipes de colaboradores. Desde autoavaliações até avaliações em equipe e a construção de escalas gráficas, alguém com conhecimento especializado em comportamento humano e organização de trabalho pode auxiliar bastante neste empenho.
  • Eventos e seminários de treinamento: por fim, uma equipe e uma organização devem estar sempre prontas a atender novas demandas e a capacitar seus colaboradores nas últimas tendências de treinamento e especialização, além de enriquecer seu atuação com estudos e eventos sociais específicos. Psicólogos e a equipe de gestão de pessoas podem trabalhar neste contexto para um melhor funcionamento do dia a dia na organização.

Profissionais de Psicologia podem trazer grandes ganhos ao comporem equipes de Recursos Humanos, assim como profissionais de RH têm muito a ganhar ao estudarem e se especializarem em áreas da Psicologia. São duas ciências e ofícios que andam lado a lado em direção ao sucesso profissional de uma corporação, portanto não podemos ignorar a importância da Psicologia para o RH.